(06.03.2019) -O Colegiado Estadual de Segurança Pública de Santa Catarina divulgou na tarde desta quarta-feira, 6, o balanço da Operação Alegria 2019 durante coletiva de imprensa no Centro Administrativo da Secretaria de Segurança Pública (SSP). Destaque para a queda no registro de furtos e roubos, e para o período sem mortes nas rodovias estaduais, fato que não ocorria há 15 anos.
O atual secretário de Segurança Pública e comandante da Polícia Militar, coronel Araújo Gomes, ressaltou a marca histórica de acidentes sem mortes nas rodovias e a redução de furtos e roubos no período. “Atendemos eventos em todo o Estado como mais de 2 milhões de pessoas participando e pelo menos oito deles onde mais de 100 mil pessoas estavam reunidas, e ainda assim os índices de furtos e roubos – comuns nessa época - caíram bastante”, disse.


Em relação a 2018 houve queda de 50,8% nos roubos e de 54,9% nos furtos. Também houve redução na média por 100 mil habitantes e na comparação dos períodos pré-Carnaval e Carnaval. 
O aumento nos casos de homicídios – 9 em 2018 para 15 em 2019 – foi atribuído a situações de conflito por tráfico de drogas (dívidas ou disputa de território) e outras situações que a investigação vai apurar. ““Há ligação com o crime organizado, com a dívida de substâncias entorpecentes por parte de usuários. Isso tudo será buscado durante o curso e na instrução dos inquéritos”, frisou Paulo Koerich, delegado-geral da Polícia Civil.


Ele também considerou positivo o balanço em relação às ocorrências de importunação sexual. Segundo os dados da SSP, foram apenas três registros em todo o Carnaval no Estado: dois atendidos pela Polícia Civil (Blumenau e Palhoça) e um pela Polícia Militar (Itajaí). “Uma demonstração de que a campanha de conscientização da Polícia Civil relativa ao crime tipificado no artigo 215-A deu resultado. As mulheres têm que ser respeitadas em todos os ambientes onde elas se encontrarem”, concluiu.

 

 

Mudança de postura

Sobre a ausência de mortes em rodovias estaduais, o comandante da Polícia Militar Rodoviária (PMRv), coronel Evaldo Hoffmann, disse que houve uma resposta dos motoristas à mudança de postura da corporação, que passou a abordar mais condutores, com mais autuações por embriaguez ao volante, por exemplo.
“Nossa avaliação é extremamente positiva, pois conseguimos fazer com que as nossas estratégias funcionassem, a ponto de zerar o número de mortes. Todas as estratégias foram colocadas em prática pelos nossos policiais, levando a esse número histórico.”

 

Sem mortes por afogamento em áreas guarnecidas


O balanço de Carnaval também foi considerado positivo pelo Corpo de Bombeiros. Nas áreas monitoradas por guarda-vidas, não ocorreram mortes durante o feriadão de Carnaval. Já nas áreas que não contam com monitoramento presencial, foram três óbitos: dois em água doce e um em água salgada. O comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Edupércio Pratts, salienta a necessidade de reforçar as ações educativas, dada a impossibilidade de se cobrir todos os pontos de banho do Estado.

 


“Demos ênfase à prevenção, que é o nosso carro-chefe. Mas precisamos atuar educando, em especial nas áreas que ainda não contam com a proteção de guarda-vidas. Essas áreas de banho muitas vezes migram, por isso existe a importância do nosso geoprocessamento. A gente precisa levantar esses dados para poder atuar preventivamente”, destacou Pratts.

 

Dados Carnaval

 

Texto: Polícia Civil de Santa Catarina

Fotos: James Tavares/Secom

GOVERNO DE SANTA CATARINA
SECRETARIA DE ESTADO DE SEGURANÇA PÚBLICA

Avenida Governador Ivo Silveira, nº  1521
Capoeiras  - Florianópolis-SC  - CEP: 88.085-000.

Atendimento ao Público: 13h às 19h.

 Fone: (48) 3665-8100 - Email: gabinetesecretario@ssp.sc.gov.br

2019 SSP/SC. Desenvolvido por DTIC - Divisão de Tecnologia da Informação e Comunicações.

Search