Os índices de violência continuam em declínio em Santa Catarina, desde o início do ano, afirmou o secretário de Segurança Pública, Alceu de Oliveira Pinto Júnior, em reunião da Associação Empresarial da Região Metropolitana de Florianópolis, na sede da entidade, nesta terça-feira (5). O percentual de homicídios está 15,2% abaixo de igual período do ano passado, enquanto o de roubos, 31,3%. 

 

O programa de trabalho feito por esta gestão tem levado a estes resultados, acrescentou o secretário.

 

- O governador Eduardo Pinho Moreira priorizou as áreas de segurança pública e saúde e temos visto, no dia a dia, seu empenho em atender as necessidades destes setores. Isso nos permitiu montar estratégias de curto, médio e longo prazos, junto com o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Carlos Alberto de Araújo Gomes Júnior, e o delegado-geral da Polícia Civil, delegado Marcos Flávio Ghizzoni Júnior, e que começamos a por em prática desde o momento que assumimos os cargos. Estamos com operações específicas em zonas vermelhas de Santa Catarina, em Florianópolis e Joinville, com maior índice de criminalidade e de ação de organizações criminosas, sem deixarmos, claro, as demais regiões desassistidas. Os serviços de inteligência já nos mostram claramente o enfraquecimento dessas organizações criminosas, tanto que o número de homicídios, boa parte resultado de embates entre eles, tem diminuído sensivelmente.

 

 

E concluiu Alceu de Oliveira: “Também contamos com investimento em inteligência, inovação e tecnologia e valorização do pessoal. Estes novos equipamentos darão mais efetividade ao trabalho policial e de segurança pública. Estamos aplicando os recursos em materiais, como atualização dos coletes, munições e modernização da frota com a aquisição de 260 novas viaturas. A inteligência também está voltada para o videomonitoramento. Fizemos um edital para câmeras privadas que possam ser incorporadas à segurança pública. Estamos criando softwares novos para estas câmeras: de reconhecimento facial e de voz e de comportamento dissonante, como visualização de uma arma, incêndio, postura de indivíduos. Esta junção de tecnologia com inovação e inteligência nos possibilitará uma análise mais eficaz sobre a criminalidade no Estado e, consequentemente, orientarmos as ações das polícias civil e militar para movimentos bem mais específicos, quase que cirúrgicos.”

GOVERNO DE SANTA CATARINA
SECRETARIA DE ESTADO DE SEGURANÇA PÚBLICA

Avenida Governador Ivo Silveira, nº  1521
Capoeiras  - Florianópolis-SC  - CEP: 88.085-000.

Atendimento ao Público: 13h às 19h.

 Fone: (48) 3665-8100 - Email: gabinetesecretario@ssp.sc.gov.br

2018 SSP/SC. Desenvolvido por DTIC - Divisão de Tecnologia da Informação e Comunicações.

Search