De acordo com levantamento realizado pela Divisão de Perícia de Incêndio e Explosão do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina, nos últimos três anos, aproximadamente 1,1 bilhão de Reais em patrimônios já foram protegidos nos incêndios ocorridos no Estado. O valor levantado é especificado nas investigações de incêndios realizadas e se baseia nas informações prestadas pelo proprietário ou responsável pelo imóvel, quando da realização da perícia. Somente no ano passado, o montante salvo passa dos 390 milhões de Reais.

 

Se os valores espantam por sua monta, por outro lado, demonstram a importância da atividade desenvolvida pelo Corpo de Bombeiros Militar no estado, seja no combate efetivo aos incêndios, evitando que se propaguem, ou por meio da prevenção, em razão de toda a atividade exercida por meio das exigências legais de sistemas de segurança contra incêndio nas edificações.

 

Somente no ano passado, os Bombeiros Militares atuaram em 2.733 casos de incêndios em edificações, seja preservando vidas ou patrimônios dos catarinenses. Outro dado do relatório que chama atenção é que, desse total, 35% dos casos aconteceram em residências unifamiliares (casas), que não necessitam instalar sistemas preventivos contra incêndios. Em segundo lugar, correspondendo a apenas 6% dos incêndios, estão as edificações do tipo comercial, que precisam seguir a legislação adotando sistemas preventivos contra incêndio e pânico e que dependem de liberação do Corpo de Bombeiros Militar para se manterem funcionando adequadamente.

 

As investigações também concluíram que, nos últimos 3 anos, 37% dos incêndios em edificações no estado, tiveram alguma causa relacionada à eletricidade, 21% tiveram como causa uma ação dolosa (incêndio criminoso) e 10% possuem ligação com aparelhos utilizados para cozimento de alimentos.

 

História:

A atividade de investigação de incêndios existe no Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina desde 1979, mas teve um impulso após a formação de 28 novos peritos em 2015. Hoje, cerca de 45% dos incêndios em edificação são investigados, número bem superior ao verificado no ano de 2014, em que esse índice era de apenas 8%.

O Tenente Coronel Vidal ressalta que apesar de toda a evolução, a atividade de investigação de incêndio do Corpo de Bombeiros Militar continua em crescente desenvolvimento. “A partir do momento em que estes dados puderem ser validados, com mais tempo de comparação e análise, a instituição poderá direcionar esforços para a prevenção de forma mais específica, de acordo com o que os dados traduzirem”.

 

GOVERNO DE SANTA CATARINA
SECRETARIA DE ESTADO DE SEGURANÇA PÚBLICA

Avenida Governador Ivo Silveira, nº  1521
Capoeiras  - Florianópolis-SC  - CEP: 88.085-000.

Atendimento ao Público: 13h às 19h.

 Fone: (48) 3665-8100 - Email: gabinetesecretario@ssp.sc.gov.br

2018 SSP/SC. Desenvolvido por DTIC - Divisão de Tecnologia da Informação e Comunicações.

Search