O presidente do Colegiado de Segurança Pública e Perícia Oficial de Santa Catarina, delegado-geral Paulo Norberto Koerich, editou portaria na tarde desta quarta-feira (18) que estabelece medidas complementares ao decreto governamental publicado na terça para conter o avanço da pandemia de coronavírus em Santa Catarina.
Entre as medidas estão o cancelamento de todas as agendas que previam reuniões ou viagens e a suspensão de cerimônias, treinamentos, cursos e/ou capacitações em todos os órgãos do colegiado. Como o serviço de Segurança Pública é um serviço essencial, confira como cada instituição está trabalhando.

Confira as mudanças nas instituições:


Polícia Militar de Santa Catarina: colocou todo seu efetivo nas ruas. Em todo o Estado, as equipes estão mobilizadas para fiscalizar o cumprimento do decreto que prevê, entre outras medidas, o fechamento do comércio, dos shoppings e dos restaurantes e está orientando  cidadãos, clientes e comerciantes sobre as normas as serem seguidas.

 


Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina: suspensos o atendimento presencial ao público externo e vistorias, as quais devem ser realizadas apenas em situações de grave risco. Um pedido que o CBMSC faz à população é que não ligue para o número 193 para casos de sintomas relacionados ao coronavírus, como vem ocorrendo, mas sim, ligue para o 136.


Polícia Civil de Santa Catarina: suspendeu a realização de audiências, oitivas, depoimentos e coleta de informações já agendadas.  A Polícia Civil também orienta a população a fazer Boletim de Ocorrência online e evite buscar atendimento presencial em Delegacias de Polícia. Nesta quarta-feira (18) foi editada instrução normativa, da Gerência de Fiscalização de Jogos, Diversões e Produtos Controlados,  que estabelece aos delegados regionais de polícia a atuação direta junto às Delegacias de Comarca subordinadas e Delegacias Municipais para promover ações operacionais ostensivas e diárias para fazer valer as restrições.

 


Se for o caso, os policiais civis devem determinar o fechamento de estabelecimentos cujas atividades não sejam de serviços essenciais, conforme o decreto 515/2020. Em caso de relutância, o estabelecimento ou evento deve ser imediatamente interditado e os responsáveis identificados para as sanções criminais cabíveis. Os delegados regionais também devem encaminhar relatório sobre o panorama da região.

Instituto Geral de Perícias de Santa Catarina (IGP/SC): Suspendeu o atendimento presencial à população para emissão da Carteira de Identidade. No Instituto Médico-Legal, serão postergadas as perícias na medida do possível, além disso, os exames de corpo de delito em hospitais, presídios, instituições para idosos e outros locais com aglomeração de pessoas foram suspensos.

 


Para atualização de informações sobre o coronavírus, fi¬que atento aos canais oficiais do Governo de Santa Catarina e ao site http://www.saude.sc.gov.br/coronavirus.

 

Texto: Ascom/SSP

GOVERNO DE SANTA CATARINA
SECRETARIA DE ESTADO DE SEGURANÇA PÚBLICA

CENTRO ADMINISTRATIVO DA SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA DELEGADA DE POLÍCIA LÚCIA MARIA STEFANOVICH

Avenida Governador Ivo Silveira, nº  1521 - Capoeiras  - Florianópolis-SC  - CEP: 88.085-000.

Atendimento ao Público: 13h às 19h.

 Fone: (48) 3665-8100 - Email: direcaogeral@ssp.sc.gov.br

2019 SSP/SC. Desenvolvido por DTI - Divisão de Tecnologia da Informação

Search